Mais apetite na gravidez


Insaciável? A morrer de fome? Nunca está cheia? É perfeitamente normal que como futura mãe sinta mais apetite ao longo da gravidez, especialmente no segundo trimestre quando os enjoos matinais tendem a acalmar e/ou desaparecer. Os melhores alimentos na gravidez

Para algumas de nós o aumento de apetite começa logo no primeiro trimestre, mas é de facto durante o segundo trimestre que tudo se torna um pouco mais dramático, com um apetite voraz a tomar conta de cada instante do nosso dia.

E há uma explicação muito simples para isso, o seu bebé está a crescer e precisa alimentar-se, e faz questão de lembrá-la disso!

O que pode fazer em relação a isso?

Quando se trata de satisfazer o seu apetite durante a gravidez a futura mãe deve dar ouvidos ao que o seu corpo lhe está a pedir mas — e com muito ênfase neste mas — tenha atenção e respeite as porções aconselhadas pelo seu médico. Sim é verdade que está a comer por dois, mas um deles é muito pequenino, portanto e porque nunca é demais repetir, respeite as porções.

Para a ajudar reunimos algumas sugestões para lidar com esta fase mais “apetitosa” da gravidez:

Mantenha-se hidratada

É relativamente fácil confundirmos a desidratação com fome, e tenha em conta que com o seu bebé a crescer, a futura mãe precisa de líquidos mais que nunca. Entre doze a treze copos de água por dia, mais ainda se tiver calor ou se estiver a suar muito. Ponha de parte os refrigerantes que só trazem açúcar e calorias, sem qualquer benefício nutricional para a sua dieta.

Controle as suas calorias

Tenha em conta que no primeiro trimestre a maioria das mães não precisa de calorias adicionais na sua dieta. No entanto estes números alteram-se no segundo trimestre onde pode adicionar até 350 calorias diárias à sua dieta, e no terceiro trimestre pode chegar às 500 calorias. Antes de começar a pensar em tudo o que lhe apetece comer, fale com o seu médico e siga o plano nutricional à risca.

Mantenha uma dieta saudável e à medida da sua gravidez

Tenha em conta que por muito apetite que possa sentir, as suas refeições e os seus snacks têm que ser nutritivos, e não apenas para encher a barriguinha!

Escolha alimentos frescos, com fibra e nutrientes em vez de alimentos processados e/ou refinados, e siga com muita atenção quais são os melhores alimentos na gravidez mas também os alimentos que deve evitar durante a gravidez.

Mantenha opções saudáveis sempre à mão

Sabe aqueles dias passados em casa e em que só nos apetece comer tudo o que temos em casa? Isso vai acontecer mais ainda durante a gravidez, portanto o melhor a fazer é precaver-se!

Tenha em conta a importância que as vitaminas e os nutrientes têm na sua alimentação durante a gravidez e encha a sua casa com opções saborosas mas também saudáveis! Uma alimentação saudável na gravidez não é sempre fácil para todas as grávidas, mas a verdade é que aquele pacote de bolachas que deixámos mesmo à mão é só mais uma tentação a complicar a nossa dieta.

Pequenas refeições mas mais frequentes

O melhor a fazer nesta altura é dividir as refeições que costuma fazer por cinco ou seis pequenas refeições ou lanches, a cada três horas ou menos. Desta forma a futura mãe vai conseguir evitar comer demasiado, evita aquele mau estar de ficar demasiado cheia e consegue combater a azia que muitas vezes é um dos principais incómodos durante a gravidez.

Ao comer refeições ligeiras de poucas em poucas horas, vai conseguir evitar aquela sensação de fome terrível ao mesmo tempo que evita depois comer demasiado e passar mal por causa disso.

Uma forma inteligente de manter este regime é ter consigo pequenos snacks saudáveis, sejam vegetais ou peças de fruta, cortados em pedaços pequenos para ir mordiscando. Desta forma pode continuar com o seu dia-a-dia sem grandes interrupções.

Trate de si…uma vez por outra

Tudo isto é mais fácil de dizer que de fazer. Não é só consigo, tenha em conta que todas nós a determinada altura da gravidez passamos por isto. Tenha em conta que esta dieta é importante, mas não deixe de se permitir alguns pequenos prazeres, seja aquela bolachinha uma vez por dia ou uma ou duas colheres de gelado uma vez por semana, permita a si própria a ocasional exceção. Vai tornar tudo um pouco mais fácil.

Mantenha o seu peso debaixo de olho

Siga com muita atenção o seu peso e fale com o seu médico. O seu peso é extremamente importante e a sua dieta pode precisar ajustamentos em função do peso que vai ganhando.

Todos estes cuidados com o seu apetite e com a sua alimentação são importantes e podem tornar-se de certa forma cansativos, mas tenha em conta que com o início do terceiro trimestre o seu apetite vai diminuir, e antes que dê conta o seu bebé vai nascer!


Artigos relacionados

Mudar fraldas: Prepare-se futura mãe!
Mudar fraldas: Prepare-se futura mãe!
As compras essenciais durante a gravidez
As compras essenciais durante a gravidez
A importância do cálcio
A importância do cálcio
Higiene e preparação dos alimentos
Higiene e preparação dos alimentos

Também lhe pode interessar

O essencial para uma gravidez saudável

O essencial para uma gravidez saudável

Uma boa parte da nossa gravidez divide-se entre enjoos, exaustão e um apetite que...

continuar a ler

Os pés inchados e como o evitar durante a gravidez

Os pés inchados e como o evitar durante a gravidez

Os pés inchados durante a gravidez não são, para a maioria das futuras mães, uma...

continuar a ler
PUB
PUB
Por um futuro com mais bebés - campanha Well's
Clube

— artigos mais recentes —

Clube