Bem-estar após o parto


Durante a gravidez a maioria das mulheres recebe muitas atenções, mas após o nascimento todos estes cuidados passam a ser orientados no sentido do bebé, da sua saúde e do seu bem-estar. Bem-estar após o parto

Os visitantes, ao entrarem em sua casa, perguntam "Como vai o bebé?", sendo certo que quase sempre este está bem, mas quem na verdade se sente exausta é a mãe. É comum as jovens mães descurarem a sua própria saúde, talvez por não quererem maçar os médicos com os seus próprios problemas, tais como fadiga crónica ou corrimento persistente. No entanto, a sua boa saúde e o seu estado emocional são tão importantes quanto os do seu bebé.

Certas mães apaixonam-se de imediato pelos seus bebés, ao passo que outras parecem precisar de mais tempo para que tal aconteça. Ambas as reações são perfeitamente normais. Os sentimentos maternais desenvolvem-se à medida que vai conhecendo melhor o seu bebé e que todas as canseiras dos últimos tempos vão ficando para trás no tempo.

Cerca de 3 a 5 dias após o parto as consideráveis variações hormonais que se processam podem provocar em si vontade de chorar, irritabilidade, fadiga, sentimentos depressivos, tensão, em poucas palavras você pode sentir-se esgotada! Estas alterações de humor, também conhecidas como “Baby Blues”, são normalmente passageiras e tendem a desaparecer por si só.

Se, no entanto, os seus sentimentos em relação ao bebé a preocupam ou se tiver mesmo a sensação de que você ou o seu companheiro seriam capazes de prejudicar o bebé, deverá pedir ajuda a alguém imediatamente. Fale com o seu médico ou tente arranjar uma maneira de receber aconselhamento psicológico.

Aceite a ajuda que lhe oferecem

Não tente ser uma "super-mulher". Se puder, arranje maneira de ter uma ajuda durante as duas primeiras semanas após o parto. Os seus familiares e amigos terão com certeza todo o prazer em ajudá-la nesta situação. Poderão aliviá-la de algum trabalho que não tenha a ver diretamente com os cuidados essenciais a prestar à criança.

Tente relaxar com a maior frequência que puder. Quando o seu bebé estiver a dormir, aproveite essa oportunidade para descansar mesmo que seja apenas ter as pernas em repouso durante alguns minutos. Partilhe responsabilidades com o seu parceiro e aceite o seu apoio quer seja para realizar as tarefas domésticas, ir às compras, cuidar do bebé ou dos irmãos mais velhos.


Artigos relacionados

Estado emocional no pós-parto
Estado emocional no pós-parto
Consulta do puerpério
Consulta do puerpério
Amamentação: Cuide de si
Amamentação: Cuide de si
Relação com o parceiro
Relação com o parceiro

Também lhe pode interessar

Relações sexuais com o parceiro, para quando?

Relações sexuais com o parceiro, para quando?

É muito comum as mães se questionarem sobre qual a altura certa para voltar a ter ...

continuar a ler

Direitos da trabalhadora puérpera

Direitos da trabalhadora puérpera

Trabalhadora puérpera é a trabalhadora parturiente e durante um período de 120 ...

continuar a ler
Guia da Gravidez

Notícias

18/04/17 - DGS recomenda a vacinação contra o sarampo

ver artigo

Vacinação da grávida contra a tosse convulsa

ver artigo

Plano Nacional de Vacinação 2017 entra em vigor

ver artigo

Nomes populares em 2016

ver artigo

Clube

— artigos mais recentes —

— Instagram

Instagram Felicitas
Instagram Felicitas
Instagram Felicitas
Instagram Felicitas